Personalidades
Zé Rodrigues

Se trabalhar com artes cênicas já é difícil, imagine trabalhar com teatro em Viamão. Pois apesar de todas essas dificuldades os viamonenses podem se orgulhar do que José Carlos Rodrigues, o Zé Rodrigues, conquistou na sua carreira.

Zé Rodrigues herdou da família a profissão de padeiro, e na padaria do pai, na Vila Cecília, trabalhou um bom tempo, enquanto dava asas à sua paixão pelo teatro. Já aos doze anos, participava de pequenas montagens em escolas como Padre Rambo e Emilio Kemp, em Porto Alegre.
Mas foi graças a um amigo, Áureo Maciel, que Zé Rodrigues conseguiu fazer seu primeiro curso de teatro, com as atrizes Maria do Horto e Carmem Silva, além dos diretores Danny Gris e Carlos La Porta. A partir daí Zé percorreu o mesmo caminho de muitos outros artistas. A falta de dinheiro e experiência fez com que ele tivesse que buscar outros meios de sobrevivência, trabalhando na velha padaria da família e aventurando-se na política.
Em 1999, retornou com toda a força aos teatros montando o primeiro espetáculo da Cia. Art & Ação, juntamente com mais dois viamonenses: Gilson Silva e Alexandre Borges.

Atualmente José Carlos tem sua própria companhia, A JC Produções, que se apresenta há quase oito anos no teatro do Clube de Cultura, no bairro Rio Branco, em Porto Alegre e possui outro espaço alternativo, conhecido como o Teatro Zé Rodrigues, no Shopping Bourbon Country. “Me orgulho da empresa que dirijo. Temos mais de quarenta atores na companhia e fazemos questão de destacar que somos viamonenses”, afirmou Zé Rodrigues que ainda tem tempo para administrar o Teatro do Ipê, em Porto Alegre.